segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Filme: Um épico do recôncavo Baiano (Bahia década de 20)

O besouro é um inseto que, por suas características, não deveria voar, mas voa.

E Besouro também é o nome do maior capoeirista de todos os tempos. Um menino que, ao se identificar com o inseto que desafia as leis da Física, desafia ele mesmo as leis cruéis do preconceito e da opressão. Um mito, um super-herói.



Inspirado em fatos reais, Besouro será um filme de aventura, paixão, misticismo e coragem sobre este personagem real que se tornou lenda. Queremos que ele seja, para a capoeira, o que filmes chineses contemporâneos como Herói e O Tigre e o Dragão são para as artes marciais orientais: um espetáculo de aventura, onde a paixão, o misticismo e a emoção têm papel central.

Depois de ler o livro “Feijoada no Paraíso - a saga de Besouro, o capoeira”, de Marco Carvalho, comecei a sonhar e viajar nas asas do personagem e de suas maravilhosas lendas e histórias. Fiquei fascinado pelo super-herói brasileiro, um capoeirista que dança entre a fantasia e a realidade, na eterna luta a favor dos necessitados, em nome do amor.

O filme Besouro é fruto dessa fascinação.

João Daniel Tikhomiroff
- Diretor -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário